Sites Grátis no Comunidades.net Hospedagem de Sites com cPanel, PHP, MySQL, Emails e SSL Grátis

 



Total de visitas: 674
Contato

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de 30 a 100 animais por dia. O projeto para construção da unidade frigorífica está sendo executado em parceria com os ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário.

Entre os municípios beneficiados estão Medeiros Neto, Iguaí e Itaberaba. Na segunda fase, a previsão é de que unidades com capacidade para 100 animais/dia sejam construídas em Itabuna, Valença, Bom Jesus da Lapa, Remanso e Morro do Chapéu.

Os novos frigoríficos deverão ser geridos por cooperativas, com a participação de pecuaristas, das prefeituras e de marchantes, a exemplo do que já acontece com o abatedouro de Pintada.

Redação Medeirosneto.com

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de
30 a 100 animais por dia

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de 30 a 100 animais por dia. O projeto para construção da unidade frigorífica está sendo executado em parceria com os ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário.

Entre os municípios beneficiados estão Medeiros Neto, Iguaí e Itaberaba. Na segunda fase, a previsão é de que unidades com capacidade para 100 animais/dia sejam construídas em Itabuna, Valença, Bom Jesus da Lapa, Remanso e Morro do Chapéu.

Os novos frigoríficos deverão ser geridos por cooperativas, com a participação de pecuaristas, das prefeituras e de marchantes, a exemplo do que já acontece com o abatedouro de Pintada.

Redação Medeirosneto.com

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de
30 a 100 animais por dia

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de 30 a 100 animais por dia. O projeto para construção da unidade frigorífica está sendo executado em parceria com os ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário.

Entre os municípios beneficiados estão Medeiros Neto, Iguaí e Itaberaba. Na segunda fase, a previsão é de que unidades com capacidade para 100 animais/dia sejam construídas em Itabuna, Valença, Bom Jesus da Lapa, Remanso e Morro do Chapéu.

Os novos frigoríficos deverão ser geridos por cooperativas, com a participação de pecuaristas, das prefeituras e de marchantes, a exemplo do que já acontece com o abatedouro de Pintada.

Redação Medeirosneto.com

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de
30 a 100 animais por dia

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de 30 a 100 animais por dia. O projeto para construção da unidade frigorífica está sendo executado em parceria com os ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário.

Entre os municípios beneficiados estão Medeiros Neto, Iguaí e Itaberaba. Na segunda fase, a previsão é de que unidades com capacidade para 100 animais/dia sejam construídas em Itabuna, Valença, Bom Jesus da Lapa, Remanso e Morro do Chapéu.

Os novos frigoríficos deverão ser geridos por cooperativas, com a participação de pecuaristas, das prefeituras e de marchantes, a exemplo do que já acontece com o abatedouro de Pintada.

Redação Medeirosneto.com

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de
30 a 100 animais por dia

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de 30 a 100 animais por dia. O projeto para construção da unidade frigorífica está sendo executado em parceria com os ministérios da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário.

Entre os municípios beneficiados estão Medeiros Neto, Iguaí e Itaberaba. Na segunda fase, a previsão é de que unidades com capacidade para 100 animais/dia sejam construídas em Itabuna, Valença, Bom Jesus da Lapa, Remanso e Morro do Chapéu.

Os novos frigoríficos deverão ser geridos por cooperativas, com a participação de pecuaristas, das prefeituras e de marchantes, a exemplo do que já acontece com o abatedouro de Pintada.

Redação Medeirosneto.com

Os abatedouros são modulares e terão capacidade para abater de
30 a 100 animais por dia